Itália proíbe funeral na igreja de ex-chefe da Cosa Nostra

PALERMO, 13 JUL (ANSA) - O chefe da Polícia de Palermo, Guido Longo, proibiu a realização de funeral para o ex-chefe da Cosa Nostra Bernardo Provenzano, morto nesta quarta-feira (13), aos 83 anos.   

A decisão foi tomada para garantir a ordem pública e é similar a outras adotadas no passado. Com isso, os familiares do mafioso poderão acompanhar o enterro no cemitério de Corleone, sua cidade natal, mas sem que aconteça a cerimônia fúnebre na igreja. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos