Italiana reencontra mãe desaparecida após ataque em Nice

SAN MICHELE MONDOVÌ, 16 JUL (ANSA) - A italiana Marinella Ravotti, de 55 anos, que estava desaparecida desde o ataque da última quinta-feira (14) em Nice, no sul da França, foi encontrada na manhã deste sábado (16) pela sua filha, Beatrice.   

Natural de San Michele Mondovì, cidadezinha da região do Piemonte, Ravotti está internada na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Pasteur, em Nice. Coincidentemente, ela ocupa o quarto exatamente ao lado de onde está seu marido, Andrea Avagnina, também internado em estado grave.   

A italiana sofreu diversas lesões e está com o rosto bastante inchado, o que fez com que a filha só a reconhecesse por causa dos anéis. Beatrice vive na Espanha, onde trabalha como tradutora, e viajou para a Côte d'Azur assim que ficou sabendo do ataque. Seu pai é vereador em San Michele Mondovì, e o casal passava férias em Nice, situada a 200 km de distância.   

Segundo a cônsul-geral da Itália na cidade francesa, Serena Lippi, 20 conterrâneos que vivem no município ainda não foram localizados. Em pelo menos 10 casos as famílias alegam desaparecimento.   

Além disso, há três italianos internados no Hospital Pasteur: Andrea Avagnina, que tem a situação mais crítica; Gaetano Moscato, que perdeu uma perna ao salvar os netos, porém passa bem; e uma adolescente de 14 anos cuja identidade não foi revelada e que sofreu uma fratura em um membro inferior. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos