Em meio a polêmica, missa homenageia Francisco Franco

MADRID, 18 JUL (ANSA) - Uma polêmica missa será celebrada na catedral de Valência, na Espanha, nesta segunda-feira (18), em homenagem ao 80º aniversário do golpe de estado do ditador Francisco Franco, que deu inicio à Guerra Civil Espanhola.   

O Partido Socialista Operário Espanhol (Psoe) interviu e pediu à igreja para que a cerimônia não fosse realizada. Em resposta ao pedido, o arcebispo da catedral afirmou que "todos os fiéis têm o direito de pedir que se reze por qualquer pessoa, seja um assassino ou não".   

Durante a Guerra Civil Espanhola, que aconteceu entre os anos de 1936 e 1938 e culminou com a ascensão do fascista Francisco Franco, o sistema político consolidou-se de forma autoritária e repressiva. O ditador eliminou toda a resistência militar a seu governo em 1939, porém prosseguiu com a repressão, a tortura e os fuzilamentos.   

Na época, muitos padres, curas e outros religiosos foram assassinados pelos republicanos, jovens de uma esquerda radical que pregavam violentamente o fim da igreja católica no país.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos