Ex-premier australiano quer concorrer à direção da ONU

CAMBERRA, 18 JUL (ANSA) - O ex-primeiro-ministro da Austrália Kevin Rudd pediu ao governo local para se candidatar ao posto de secretário-geral das Nações Unidas (ONU), substituindo Ban Ki-moon.   

A informação foi divulgada pela ministra de Relações Exteriores da Austrália, Julie Bishop. Ela explicou, em entrevista à emissora "Sky News", que essa questão será resolvida pelo Gabinete do atual premier, Malcolm Turnbull.   

Ban Ki-moon deixará o cargo ainda neste ano, após seu segundo mandato quinquenal a frente das Nações Unidas. Mais de dez pessoas já expressaram suas intenções de disputar o cargo, entre elas a chanceler da Argentina, Susana Malcorra, que já atuou como chefe de Gabinete do atual secretário-geral da ONU. Tida como favorita, ela será a primeira mulher a assumir o cargo caso seja eleita.   

Também estão na corrida Helen Clark, da Nova Zelândia, Srgjan Kerim, da Macedônia, Vesna Pusic, da Croácia, Igor Luksic, de Montenegro, Irina Bokova, búlgara que é diretora-geral da Unesco, Danilo Turk, da Eslovênia, Miroslav Lajcak, da Eslováquia, e Natalia Gherman, da Moldávia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos