Itália terá no Rio delegação mais feminina de sua história

ROMA, 18 JUL (ANSA) - A Itália, sexta maior potência olímpica da história, virá ao Brasil para as Olimpíadas do Rio de Janeiro com 297 atletas, sendo 155 homens e 142 mulheres.   


Esse número representa a delegação azzurra mais feminina de todos os tempos, tanto em termos absolutos como relativos. No total, serão 47,81% de mulheres, um crescimento de quatro pontos percentuais em comparação aos 43,78% de Londres, em 2012.   


A idade média dos atletas italianos é de 27 anos, sendo que o mais velho é o atirador Giovanni Pellielo, 46, medalhista olímpico em Sydney (bronze), Atenas (prata) e Pequim (prata). No Rio, ele disputará as Olimpíadas pela sétima vez.   


Já a mais jovem é a nadadora Sara Franceschi, de 17 anos, que estará nos 400m medley. Tradicionalíssima na esgrima e no tiro, a Itália também deve disputar pódio em esportes como boxe, natação, ciclismo e luta olímpica. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos