Putin rebate Wada e acusa interferência política no esporte

MOSCOU, 18 JUL (ANSA) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que todos os dirigentes acusados de envolvimento em um escândalo de doping foram suspensos de seus cargos até que as investigações sejam concluídas.   


No entanto, ele disse que a comunidade internacional é "testemunha" de um perigoso reaparecimento "da política que interfere no esporte". Além de recomendar a exclusão da Rússia das Olimpíadas de 2016, a Agência Mundial Antidoping (Wada) pediu que sejam negadas credenciais a funcionários do governo e dirigentes. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos