WikiLeaks ameaça publicar documentos sobre a Turquia

ISTAMBUL, 18 JUL (ANSA) - Dias após o fracassado golpe de Estado na Turquia, o site WikiLeaks ameaçou divulgar mais de 100 mil documentos com denúncias sobre o país.   

"Preparem-se para a luta, pois publicaremos mais de 100 mil documentos sobre a estrutura de poder político na Turquia", escreveram representantes da organização em sua conta no Twitter.   

Em uma segunda mensagem, eles disseram se tratar de uma brincadeira, e que na verdade se tratam de mais de 500 mil documentos e 300 mil e- mails.   

"Apoiadores do partido AKP [, do presidente Recep Tayyip Erdogan,] devem prestar atenção. Nosso megavazamento pendente de documentos tanto ajuda como prejudica o AKP. Estão prontos para descobrir tudo?", aponta uma outra publicação.   

Na noite da última sexta-feira, dia 15, várias facções do Exército turco tentaram um golpe de Estado contra o governo de Erdogan. A tentativa foi fracassada e terminou com mais de 6 mil militares presos, centenas de mortos e milhares de feridos.   

Há temores de que a tentativa de golpe no país sirva como combustível para Erdogan acelerar seu processo de concentração de Poder e de repressão a adversários. Seu grande objetivo é transformar a Turquia em uma república presidencialista -- hoje ela é parlamentarista. Além disso, seu governo teocrático é acusado de perseguição e censura por muitos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos