Itália confirma 6 vítimas fatais no ataque em Nice

ROMA E NICE, 19 JUL (ANSA) - O governo italiano confirmou nesta terça-feira (19) que seis italianos - incluindo um ítalo-americano - estão entre as vítimas fatais do ataque ocorrido no último dia 14 em Nice, na França. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, Gianna Muset, 68 anos, e Angelo D'Agostino, 71, de Voghera (Pavia), Mario Casati, 90, Maria Grazia Ascoli, 77, de Milão, Carla Gaveglio, 48, de Piasco (Cúneo), e Nicolas Leslie, 20, que era nascido na Itália, mas mudou-se com a família ainda criança para os Estados Unidos, estão entre os 84 mortos do massacre.   

Outros dois italianos estão lutando por sua vida em um hospital francês. "Conversei com Andrea Avagnina, que está em clara recuperação. Já as condições de sua esposa, Marinella Ravotti, estão paralisadas", disse a cônsul-geral da Itália, Serena Lippi. O procurador de Paris, François Mollins, afirmou que há 19 pessoas que ainda estão "entre a vida e a morte" nos hospitais do país após o ataque. Em pronunciamento, o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, voltou a pregar "união" entre a Europa para combater o terrorismo e disse que a Itália "chora as vítimas de Nice".   

O ataque, perpetrado por Mohamed Lahouaiej Bouhlel, 31 anos, com um caminhão, foi reivindicado pelo Estado Islâmico (EI, ex-Isis). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos