Chinês Sonny Wu pode tornar-se o novo dono do Milan

MILÃO, 20 JUL (ANSA) - Sonny Wu. Esse é o nome do empreendedor chinês que pode se tornar o novo dono do Milan, segundo a agência de notícias especializada no mercado financeiro "Bloomberg". O chinês é o principal investidor da private equity GSR Capital e é quem lidera as negociações com o atual dono, Silvio Berlusconi, desde maio.   


De acordo com informações da agência, reveladas nesta quarta-feira (20), a negociação inicial era da compra de 70% do Milan. Mas, agora, os chineses querem ter o controle total da equipe, em uma negociação que poderá custar cerca de 750 milhões de euros, incluindo as dívidas, e que deverá incluir ainda novos patrocínios.   


Além de Wu, que no passado tentou comprar a empresa Philips, o grupo de compradores chineses ainda inclui o empresário do setor de energia solar, Steven Zheng.   


De acordo com o jornal italiano "Gazzetta dello Sport", Wu e Berlusconi estão em contato há "cerca de dois anos" para negociar a venda do Milan. A publicação ainda informa que o investidor chinês afirmou que os encontros com o ex-primeiro-ministro italiano tem como objetivo "estabelecer uma parceria nos mercados globais".   


A Fininvest, a holding da família Berlusconi que está nas negociações, no entanto, não quis comentar as informações divulgadas pela imprensa.   


Apesar da divulgação, a mídia italiana não acredita que o acordo seja firmado até o dia 31 de julho, como havia sido dito anteriormente. O atraso pode atrapalhar o início da temporada do clube no Campeonato Italiano, que começa em agosto.   


Berlusconi decidiu abrir mão do Milan após 30 anos de comando.   


Assumindo o clube em 1986, o presidente viu a equipe ter seu período mais vitorioso da história, conquistando cinco títulos da Liga dos Campeões da Europa, oito Campeonatos Italianos, uma Copa da Itália e três Mundiais de Clubes. Porém, nas últimas temporadas, o Milan ficou de fora das principais competições europeias e amargou posições no meio da tabela do Campeonato Italiano. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos