Itália deve ter primeiras uniões civis gays em agosto

ROMA, 21 JUL (ANSA) - O Conselho de Estado da Itália aprovou nesta quinta-feira, dia 21, o decreto que permite a união civil entre pessoas do mesmo sexo em todo o país. Este era o último passo legal para que a norma entrasse em vigor.   

Desta forma, as primeiras uniões homossexuais na Itália começarão a ser realizadas em agosto, por conta do "vacatio legis", período que decorre entre a publicação da lei e a data em que ela entra em vigor.   

Ainda segundo o decreto, uma variada gama de oficiais poderão realizar a cerimônia, evitando a "objeção de consciência" de prefeitos católicos ou conservadores, contrários ao reconhecimento do casamento gay. Dezenas de casais gays já apresentaram hoje aos cartórios locais seu desejo de se casar assim que a norma entre em vigência.   

Em maio, o Senado italiano aprovou a união civil entre pessoas do mesmo sexo. O país era o único entre as potências europeias sem uma legislação a respeito. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos