Vila Olímpica é aberta, mas federações criticam estrutura

ROMA, 24 JUL (ANSA) - A Vila Olímpica para os Jogos do Rio de Janeiro foi aberta neste domingo (24) para os atletas. Os primeiros a se hospedar no local foram partes das delegações da Itália, Israel, Alemanha, Nova Zelândia, Austrália, Polônia, China, Togo, Japão, Canadá - além de algumas equipes brasileiras. Porém, o que roubou a cena neste domingo foi uma nota divulgada pelo Comitê Olímpico Australiano, através de sua chefe de delegação, Kitty Chiller. "Por causa de vários problemas na Vila, incluindo gás, eletricidade e encanamento, eu decidi que nenhum membro da delegação australiana vai entrar em nosso prédio", escreveu Chiller. Os atletas do país, pelos próximos três dias, devem ficar hospedados em hotéis próximos à Vila.   


Os australianos afirmam que em seu prédio, o 23, há vasos sanitários que não funcionam, fiação exposta, muita sujeira de obra e problemas de iluminação, especialmente nas escadas.   


Chiller ainda afirma que os britânicos estão enfrentando problemas semelhantes em sua habitação, mesmo sem que haja um comunicado oficial sobre o tema.   


O Comitê da Rio 2016 não falou sobre os problemas, mas informou que operários trabalharam sem parar para tentar consertar as falhas de estrutura. Além disso, as delegações da Itália, Holanda e Estados Unidos, que verificaram os locais antes da abertura, optaram por pagar operários próprios para adequar as instalações. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos