Após atraso, Itália banca reforma em prédio da Vila Olímpica

RIO DE JANEIRO, 25 JUL (ANSA) - Não foi apenas a delegação australiana que encontrou problemas em seus apartamentos na Vila Olímpica do Rio de Janeiro. A Itália foi obrigada a bancar uma reforma de urgência no prédio reservado ao país para que ele tenha condições de receber os atletas azzurri nos próximos dias.   


Segundo Carlo Mornati, chefe da missão do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni) nos Jogos de 2016, há uma equipe de operários, eletricistas, encanadores e pedreiros para deixar tudo em ordem a tempo. "São trabalhos contratados com urgência in loco pelo Coni para que as condições de alojamento dos atletas sejam normalizadas o mais rapidamente possível", disse o cartola.   


A Itália ocupará o edifício 20 da Vila Olímpica, e, segundo o presidente do Coni, Giovanni Malagò, apenas os 15 primeiros estão concluídos. "Obviamente há atrasos, não quero ser falso.   


Mas é um problema solucionável. Se não em questão de horas, no máximo em questão de dias", contemporizou.   


Malagò destacou ainda que a equipe contratada pelo Comitê Olímpico Italiano está trabalhando para que os atletas do país vivam o "melhor da experiência" das Olimpíadas. A Itália virá ao Brasil com 297 esportistas, sendo 155 homens e 142 mulheres.   


No último domingo (24), a chefe da delegação da Austrália, Kitty Chiller, se recusou a deixar seus atletas entrarem na Vila Olímpica devido a problemas de fiação exposta, sujeira, iluminação e vazamentos nos apartamentos do prédio 23, destinado ao país oceânico.   


As críticas dos australianos à Vila Olímpica motivaram uma reação do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que disse que colocaria até "cangurus" para fazê-los se sentirem em casa.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos