COI cria comissão para avaliar atletas russos na Rio 2016

SÃO PAULO, 01 JUL (ANSA) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) criou uma comissão com três representantes para analisar, individualmente, todos os atletas russos que foram liberados por suas respectivas Federações para competir nas Olimpíadas Rio 2016.   

A decisão, anunciada no último sábado (30), fará uma espécie de "revisão" daqueles que foram aprovados para evitar que atletas que tenham sido flagrados em exames antidoping participem de modalidades nos Jogos.   

No dia 24, o COI anunciou que não baniria toda a delegação russa da Rio 2016 por levar em conta os direitos individuais de cada atleta, sendo que caberia a cada federação permitir ou não a presença de russos. Para isso, estipulou algumas novas solicitações, como a realização de novos exames em laboratório internacional de doping e a proibição de que atletas que já tenham sido flagradas usando substâncias dopantes fossem ao Rio.   

A punição surgiu após a denúncia da Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) de que há um "doping sistêmico e de Estado" no esporte russo. Esse esquema seria liderado pelo ministro russo dos Esportes, Vitaly Mutko, que sempre negou as acusações. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos