Polícia liberta sogra de Ecclestone após 9 dias de sequestro

SÃO PAULO, 01 AGO (ANSA) - A Divisão Antissequestro (DAS) da polícia de São Paulo libertou no fim da tarde deste domingo (31) a sogra do chefão da Fórmula 1, Aparecida Schunck Flosi Pereira, 67 anos, após nove dias de sequestro. A idosa havia sido sequestrada em sua própria casa, no dia 22, quando bandidos se disfarçaram de entregadores de mercadoria para realizar a ação e foi encontrada em uma residência na cidade de Cotia, na Grande São Paulo. Até o momento, dois homens que atuavam como "vigilantes" do cativeiro foram detidos. Vitor Oliveira Amorim e Davi Vicente Azevedo foram levados para a Delegacia de Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e agora as autoridades buscam os mandantes do sequestro.   


Ao falar com a imprensa, rapidamente, Aparecida disse que está bem e que não sofreu violência dos criminosos. "Só peço para os bandidos não sequestrarem ninguém em São Paulo que eles vão presos", afirmou emocionada após abraçar uma de suas filhas.   


Os bandidos chegaram a pedir um resgate de cerca de R$ 120 milhões à família de Aparecida, mas o pagamento não foi realizado. A idosa é mãe de Fabiana Flosi, 38 anos, que é casada com Ecclestone, 85, desde 2012. Por orientação da polícia, o casal permaneceu na Europa durante todo o sequestro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos