Líder da Nicarágua elege esposa como vice e tenta reeleição

MANÁGUA, 3 AGO (ANSA) - O presidente da Nicarágua, o sandinista Daniel Ortega, escolheu sua esposa para concorrer como sua vice nas próximas eleições, que acontecem em novembro deste ano. O anúncio foi feito na última terça-feira, dia 2, pelo próprio ex-guerrilheiro, ocasião em que disse ter escolhido Rosario Murillo para defender a igualdade de gêneros. "Não tínhamos dúvidas de que o vice teria que ser uma mulher. E quem melhor do que minha parceira, que já foi testada no trabalho e provou ser muito eficiente e disciplinada", declarou.   

Murillo, que já é vista como "braço-direito" do líder, também é filiada à causa Sandinista e já atuou como porta-voz do governo.   

Ortega, de 70 anos, está na frente nas sondagens e deve se reeleger para seu terceiro mandato.   

Ele disputará o cargo com os opositores Pedro Reyes, do Partido Liberal Independente (PLI), que foi tirado do Parlamento recentemente, e Maximino Rodríguez, ex-rebelde de direita nos anos 1980, pelo Partido Constitucionalista Liberal (PLC).   

Histórico - Ortega comanda a Nicarágua pela segunda vez. Ele já esteve no Poder na década de 1980, à frente da Revolução Sandinista.   

Sua reeleição é possível após impulsionar, em junho, uma reforma constitucional.   

Essa é só mais uma de uma série de medidas polêmicas, sendo que, na última semana, ele conseguiu a cassação de 16 opositores no Parlamento após uma duvidosa manobra política. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos