Banco da Inglaterra corta juros para mínimo histórico

LONDRES, 4 AGO (ANSA) - O Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) anunciou nesta quinta-feira, dia 4, como já era esperado, que, pela primeira vez desde 2009, irá baixar sua taxa de juros. O índice caiu de 0,5% para 0,25, o mínimo histórico. O anúncio faz parte de uma série de medidas para estimular a economia do país após a população britânica votar pela saída do Reino Unido da União Europeia (UE) no final de junho, o que gerou uma forte incerteza no mercado internacional.   

O recorde mínimo anterior, estipulado em 2009, tinha como objetivo enfrentar a recessão mundial.   

Especialistas esperam que a nova política monetária beneficie o crédito e o mercado imobiliário, mesmo sabendo do risco que representa para os investimentos.   

Na primeira reunião do Comitê de Política Monetária (CPM) do BoE após o Brexit, realizada em julho, os juros não foram alterados.   

Isso porque os especialistas alegavam que ainda era cedo para tentar tomar uma decisão do tipo. Entre outras medidas para estimular a economia britânica, o Banco anunciou a compra de 60 bilhões de libras de títulos do governo e 10 bilhões de títulos corporativos. O Banco Central ainda cortou as estimativas de crescimento para o próximo ano. Segundo o organismo, o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país deve ser de 0,8% em 2017. A perspectiva anterior era de 2,3%. Em 2018, a cifra cai de 2,3% para 1,8%.   

Com o anúncio, as Bolsas europeias operam em alta, mas a libra esterlina foi desvalorizada. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos