No Rio, premier espera ver a 200ª medalha de ouro da Itália

RIO DE JANEIRO, 04 AGO (ANSA) - Em cerimônia realizada nesta quinta-feira (04), a bandeira da Itália foi hasteada na Vila Olímpica. O hasteamento oficial contou com a presença do primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, que está em visita ao Rio de Janeiro até o próximo dia 7.   


O premier brincou com o pouco tempo que ficará na cidade e mandou um recado aos atletas que estavam no local sobre as conquistas na Rio 2016. "Para quem quiser vencer a medalha de ouro de número 200, eu só digo uma coisa. Não tenho muito tempo aqui porque domingo vamos estar na Itália. Não quero colocar pressão em ninguém, mas no sábado vou estar no tiro ao alvo, na esgrima com espada da [Rossella] Fiammingo e nos 400m do [nadador Gabriele] Detti", disse em meio a risadas.   


No evento, Renzi foi questionado por jornalistas sobre a candidatura da capital italiana para ser sede olímpica em 2024 e os problemas com a aceitação da ideia por parte do novo governo da "cidade eterna. "Do que vi até agora, a candidatura de Roma 2024 está na frente.   


Mas, agora há a trégua olímpica e chega de polêmicas. Por 15 dias vamos falar apenas de esporte e Olimpíadas. Mesmo aqueles que são contrários se unirão, orgulhosos do tricolor italiano.   


Há um momento em que nós podemos parar com as polêmicas", afirmou o político.   


Além de Renzi, estavam presentes o presidente do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni), Giovanni Malagò, o presidente do Comitê Roma 2024, Luca Di Montezemolo, e os atletas capitaneados pela porta-bandeira italiana, a nadadora Federica Pellegrini.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos