Para fugir de polícia, imigrantes nadam da Itália à França

GÊNOVA, 05 AGO (ANSA) ? A tensão entre imigrantes e autoridades voltou a aparecer na fronteira entre França e Itália, mais especificamente, na cidade de Ventimiglia, nesta sexta-feira (05). Um grupo de deslocados chegou a atravessar a nado a fronteira entre os dois países após conseguirem romper um cordão policial em terra.   

De acordo com as informações oficiais, os incidentes começaram na noite de ontem (04), após um grupo de cerca de 300 estrangeiros saírem de um centro de acolhimento da Cruz Vermelha por não concordarem com a maneira como o local é gerido. De lá, um grupo de cerca de 30 pessoas tentou atravessar a fronteira caminhando sobre trilhos de trem, mas um dos imigrantes foi atingido por um vagão e foi internado em estado grave. Revoltadas, as centenas de pessoas que foram foram até a fronteira onde a polícia estava a postos. A maior confusão ocorreu quando um grupo de cerca de 150 pessoas tentou furar o cordão de proteção da polícia francesa no fim da tarde hoje. Nisso, um grupo decidiu atravessar a nado a fronteira, enquanto outros fugiram do bloqueio correndo. Tanto a Polícia Nacional da França como os agentes italianos jogaram bombas de gás lacrimogêneo contra os deslocados.   

A situação acalmou no início da noite e o prefeito da cidade, Enrico Ioculano, afirmou que o objetivo agora é convencer os imigrantes voltem para os centros de acolhimento e não acampem na fronteira, como ocorreu no ano passado. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos