Jornalista é suspenso por chamar atletas de 'gordinhas'

ROMA, 09 AGO (ANSA) - O diretor do caderno de esportes do jornal bolonhês "Il Resto del Carlino", Giuseppe Tassi, foi suspenso do cargo nesta terça-feira (9) por ter permitido a publicação de um título que chamava três atletas italianas do tiro com arco de "gordinhas".   


A decisão foi tomada pelo editor-chefe do diário, Andrea Riffeser Monti, que pediu desculpas às esportistas e aos leitores. Após o estouro do caso, o próprio Tassi já havia se retratado e dito que o objetivo da manchete não era "discriminatório".   


Em sua edição da última segunda-feira (8), o jornal havia publicado o título "O trio das gordinhas beira o milagre olímpico", ao noticiar o inesperado quarto lugar de Claudia Mandia, Guendalina Sartori e Lucilla Boari na disputa por equipes do tiro com arco nos Jogos do Rio de Janeiro.   


A ofensa motivou reações indignadas das atletas, de dirigentes italianos e de internautas. Nesta quarta, Mandia postou em seu perfil no Facebook uma foto com a frase "Je suis cicciottello" ("Eu sou gordinho", em tradução livre). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos