Oposição pede recontagem dos votos em Roma

ROMA, 05 (ANSA) - A sede de Roma do Partido Democrático (PD) entrou com um recurso no Tribunal Administrativo Regional do Lazio pedindo a recontagem dos votos das eleições municipais na capital italiana, cujo primeiro turno ocorreu em 5 de junho e foi vencido pelo populista e antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S).   

Segundo a legenda do primeiro-ministro Matteo Renzi, houve "irregularidades e incongruências" em pelo menos 36 seções eleitorais. A ação foi impetrada no último dia 27 de julho, e o PD alega que deveria ter mais do que as seis cadeiras conquistadas no pleito municipal - o M5S obteve 29.   

"Em substância, ao PD caberia um assento a mais", declarou o presidente da sigla, Matteo Orfini. Já o Movimento 5 Estrelas ironizou o recurso da legenda centro-esquerdista. "Eles perceberam que são em poucos perante um grupo forte e compacto", declarou o líder do M5S no Conselho Municipal de Roma, Paolo Ferrara.   

As últimas eleições na "cidade eterna" também colocaram o partido populista na Prefeitura, por meio de Virginia Raggi, primeira mulher a comandar a capital italiana em toda a sua história. No entanto, o recurso do PD não contesta a sua vitória. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos