Quase 3 mil morreram tentando chegar à Itália neste ano

GENEBRA, 9 AGO (ANSA) - Mais de 2.740 imigrantes morreram no Mar Mediterrâneo tentando chegar à Itália, porta de entrada para a Europa, desde o começo do ano, informou um relatório da Organização Internacional para as Migrações (OIM) divulgado nesta terça-feira, dia 9.   

O Canal da Sicília, no Mar Mediterrâneo, é conhecido por ser uma das rotas mais mortais do mundo e é um dos principais "caminhos" usados pelos que querem sair do norte da África em direção à Europa. Enquanto isso, 383 morreram no Mediterrâneo desde o início do ano tentando chegar à Grécia.   

Desde janeiro até o último domingo, dia 7, 263.636 imigrantes e refugiados chegaram à Europa por vias marítimas. A maioria, 160.888, desembarcou na Grécia.   

Ainda segundo a OIM, 24 mil desembarcaram na Itália apenas no último mês de julho. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos