Itália reforça segurança em portos que recebem cruzeiros

ROMA, 11 AGO (ANSA) - A Guarda Costeira da Itália endureceu as medidas de segurança nos portos do país que recebem navios de cruzeiro. Com isso, mais embarcações e passageiros devem passar pelos controles das autoridades italianas, o que pode levar a um aumento nas filas.   

A mudança não estaria ligada a alarmes específicos sobre possíveis ataques terroristas, mas sim à necessidade de elevar os cuidados por causa da escalada de tensão na Líbia, país que está a poucas centenas de quilômetros da Itália. É de lá que costumam partir os barcos com imigrantes clandestinos que cruzam o Mediterrâneo para chegar à costa italiana.   

Além disso, o fortalecimento do esquema de segurança coincide com o verão europeu, período de maior tráfego de turistas pelos portos da nação da bota. Com isso, o nível de alerta passou de 1 para 2, em uma escala que vai até 3.   

Os novos dispositivos preveem também maiores controles aduaneiros e um monitoramento mais acurado em todas as áreas dos portos. Há meses a Itália está na mira do Estado Islâmico (EI), já que integra a coalizão internacional que combate o grupo no Oriente Médio e abriga o Vaticano, coração da Igreja Católica.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos