Chegada de imigrantes na Itália aumenta 12% em julho

ROMA, 12 AGO (ANSA) - O número de imigrantes e refugiados que chegaram à Itália por meio do Mar Mediterrâneo em julho deste ano aumentou em quase 12%, chegando a mais de 25 mil, se comparado ao mesmo mês do ano anterior.   

Ainda segundo relatório da agência da União Europeia para Controle de Fronteiras (Frontex) divulgado nesta sexta-feira, dia 12, cerca de 95 mil imigrantes -- a maioria nigerianos e eritreus -- passaram pelo Mediterrâneo em direção à Itália nos primeiros sete meses de 2016. O Canal da Sicília, no Mar Mediterrâneo, é conhecido por ser a "rota mais mortal do mundo" e é um dos principais "caminhos" que os imigrantes do norte da África usam para chegar à Europa. A Frontex lançou um alerta de que, "colocando as vidas de imigrantes em grande perigo, os traficantes têm forçado cada vez mais pessoas em embarcações já lotadas", o que muitas vezes resulta em naufrágios, que podem ser fatais. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos