Economia da Itália fica estagnada no 2º trimestre, diz Istat

ROMA, 12 AGO (ANSA) - O Produto Interno Bruto (PIB) da Itália ficou estável no segundo trimestre de 2016 na comparação com os primeiros três meses do ano, informou o Instituto Italiano de Estatísticas (Istat) nesta sexta-feira (12). No primeiro trimestre, houve crescimento de 0,3%.   

No entanto, quando comparado com o mesmo período de 2015, o crescimento foi de 0,7%. Os dados divulgados hoje já foram corrigidos por efeitos de calendário.   

A estagnação foi causada, segundo o Istat, pelo aumento da produção nos setores de serviços e de agricultura, mas por um declínio na indústria. Na questão das encomendas e pedidos, houve uma ligeira queda na contribuição interna (estoques brutos) compensada por uma contribuição positiva dos componentes externos líquidos.   

O Instituto ainda lembra que, durante o mesmo período, a economia do Reino Unido cresceu 0,6%, a dos Estados Unidos teve alta de 0,3% - ambas em termos conjunturais - e a da França 1,4% - essa em termos tendênciais. A estagnação era algo que não acontecia desde o fim de 2014, quando a Itália ainda lutava para sair da recessão. Os dados apresentados hoje ainda põem em risco a meta de crescimento econômico proposta pelo governo italiano em 2016. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos