Em Roma, Papa pede perdão para ex-prostitutas

ROMA, 12 AGO (ANSA) - O papa Francisco pediu perdão nesta sexta-feira (12) para 20 ex-prostitutas da Comunidade Papa João XXII, grupo que trabalha com pessoas carentes e marginalizadas pela sociedade, por todo o mal que os homens lhes fizeram.   

"Eu peço perdão para vocês por todos aqueles homens que te fizeram sofrer. Peço perdão por todos os católicos e fieis que desfrutaram, abusaram e violentaram vocês, afirmou Jorge Mario Bergoglio, que fez uma vista surpresa às jovens nesta sexta no apartamento na periferia de Roma onde elas vivem atualmente.   

O religioso ficou cerca de uma hora com as mulheres, escutando sobre suas experiências e histórias tristes e pediu para que elas vivam "com esperança e alegria o futuro que" as espera.   

Sobre as jovens, seis delas são da Romênia, quatro da Albânia, sete da Nigéria e as demais de Tunísia, Itália e Ucrânia. Elas têm, em média, 30 anos. Todas sofreram graves violências físicas e vivem sob proteção. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos