Itália tem um ponto de mar contaminado a cada 54 km

ROMA, 12 AGO (ANSA) - Na Itália, a cada 54 quilômetros de costa há um ponto de água contaminada com esgoto não tratado. E na maioria dos casos, esses pontos estão localizados perto de praias frequentadas por banhistas, que muitas vezes não sabem ou ignoram a verdadeira qualidade da água.   


Esses dados foram obtidos graças ao último monitoramento realizado pela Goletta Verde, o barco da associação ambiental italiana Legambiente, que por dois meses percorreu toda a costa da Ligúria até a Friuli-Veneza Giulia. Nesse percurso, a embarcação recolheu amostras da água em 265 pontos, um a cada 28 quilômetros de costa, e realizou vários testes e análises microbiológicas para procurar a bactéria escherichia coli. Grande parte dos pontos escolhidos foi selecionada graças a denúncias de cidadãos.   


Sobre os resultados obtidos, as regiões que apresentam menos pontos poluídos são a Sardenha, a Ligúria e o Vêneto. Já as situações mais críticas e alarmantes foram encontradas nas Marcas, em Abruzzo, regiões que também foram penalizadas pelo número bem elevado de cursos de água que desembocam no mar, e na Calábria, que tem recebido protestos de várias comunidades pelo "mar sujo" nas últimas semanas.   


Outras regiões que também contam com áreas contaminadas são a Campanha, com 20 pontos, e o Lácio, com 16 pontos contaminados.   


"Em relação aos anos anteriores, não encontramos melhoras ou pioras significativas, o que para nós é negativo", afirmou o responsável científico da Legambiente, Giorgio Zampetti. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos