Singapuriano impõe limites ao mito Michael Phelps

RIO DE JANEIRO, 12 AGO (ANSA) - Até Michael Phelps, maior atleta de todos os tempos, tem limites. É o que provou na noite desta sexta-feira (12) o singapuriano Joseph Schooling ao conquistar o ouro nos 100m nado borboleta, prova em que o norte-americano é tricampeão olímpico.   


Ele fez um tempo de 50s39, batendo o recorde das Olimpíadas e deixando Phelps para trás. O mito das piscinas fez 51s14 e terminou em segundo lugar, em um tríplice empate com o sul-africano Chad Le Clos e o tcheco László Cseh.   


Com isso, Phelps chegou à sua quinta medalha no Rio de Janeiro, sendo quatro de ouro e uma de prata. E ele ainda pode ganhar mais uma, no revezamento 4x100 medley. Em toda a história olímpica, o norte-americano já possui 27 pódios.   


Ao vencer o ouro nos 200m medley, na última quinta-feira (11), ele ultrapassou um recorde de 2.168 anos, o de maior número de vitórias em provas individuais nas Olimpíadas. A marca anterior era de Leônidas de Rodes, que triunfou em três disputas diferentes do atletismo em quatro edições dos Jogos Olímpicos da Antiguidade. Phelps já tem 13 ouros. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos