Após suspensão, russa Klishina afirma que 'sempre foi limpa'

MOSCOU, 13 AGO (ANSA) - A única atleta russa que havia sido liberada para competir nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Daria Klishina, foi suspensa pela Federação Internacional de Atletismo (Iaaf, na sigla em inglês). A competidora do salto em distância tinha recebido o direito de participar da Rio 2016 no dia 9 de julho.   


"Sou uma atleta limpa e já provei isso em várias situações.   


Farei todo o possível para defender minha reputação como atleta.   


Me sinto enganada por um sistema que não trabalha para garantir um esporte limpo e naquilo que triunfa fora da área esportiva", desabafou a atleta através de seu Facebook. Klishina já anunciou que recorreu da decisão ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) para tentar competir no Rio de Janeiro.   


Segundo o jornal "Sovietski Sport", a Iaaf tomou a decisão após revisar o relatório elaborado pelo canadense Richard McLaren sobre um "doping sistêmico e de Estado" dos russos no atletismo.   


O documento feito para a Agência Mundial Antidoping (Wada) provocou a exclusão de toda a delegação russa de atletismo dos Jogos do Rio, bem como de outras competições internacionais.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos