COI elimina russa de Pequim-2008 e Brasil deve herdar bronze

RIO DE JANEIRO, 16 AGO (ANSA) - A velocista russa Yulia Chermoshanskaya perdeu a medalha de ouro que havia conquistado em Pequim, em 2008, por ter sido pega no doping, informou hoje (16) o Comitê Olímpico Internacional (COI). Com a alteração no pódio, referente à prova de revezamento 4x100, a Bélgica ficou com o ouro, a Nigéria, com a prata, e o Brasil, que tinha ficado em quarto, levou o bronze. Mas a mudança ainda precisa ser aprovada pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF).   


Além do revezamento, a atleta tinha disputado a prova de 200 metros, na qual terminou em oitavo. Ela foi desqualificada de ambas na decisão do COI, que passou a vigorar imediatamente. Yuliya Chermoshanskaya testou positivo para duas substâncias proibidas: estanozolol e turinabol. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos