No Brasil, Mujica defende integração e Mercosul

BRASÍLIA, 16 AGO (ANSA) - Em visita ao Brasil, o ex-presidente uruguaio José Mujica fez um apelo em defesa da integração regional e do Mercosul, dizendo que a união "é a coisa mais importante dos latino-americanos". "Não há causa mais importante para os latino-americanos que a integração econômica e universitária", disse Mujica, em um evento na cidade de Franca, em São Paulo, que contou com a presença de 2,7 mil estudantes.   

Apesar de fazer menção explícita ao Mercosul, Mujica evitou tocar na polêmica sobre a presidência temporária do bloco, que está com a Venezuela, mas que os outros países, como o Brasil, demonstraram descontentamento com a liderança de Caracas, alegando que o país não cumpriu todos os requisitos de adesão.   

Ele fez pedidos para que as pessoas ajam com "moderação para evitar conflitos".   

O chanceler José Serra tem feito campanha há meses para evitar que o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, assuma o comando do Mercosul. Foi cogitada a criação de uma presidência colegiada entre Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai até dezembro, quando se concluiria o período de liderança da Venezuela. No entanto, o presidente atual do Uruguai, Tabaré Vázquez, criticou a solução apresentada por ela não estar prevista no estatuto do Mercosul.   

O bloco está sem presidência desde o dia 1 de agosto, quando encerrou a gestão temporária do Uruguai. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos