Coreia do Norte promove consumo de carne de cachorro

ROMA, 17 AGO (ANSA) - O governo da Coreia do Norte lançou uma campanha publicitária para promover o consumo de carne de cachorros, de acordo com o jornal "Korea Times", de Seul. Desde junho, as autoridades de Pyongyang estariam divulgando mensagens sobre os "benefícios para a saúde" proporcionados com o consumo da carne de cachorro, chamada "dangogi". Na campanha publicitária, são indicados métodos para cozinhar a carne e se aconselha a "martelar" o alimento para deixá-lo mais macio. A rádio estatal KCBS teria até organizado um concurso culinário de pratos à base de carne canina, enquanto a inauguração de um restaurante dedicado ao alimento foi tema de um programa de televisão da emissora KCTV. Na Ásia, o consumo de carne de cachorro é difuso, mas na Coreia do Sul, vizinha de Pyongyang, a tradição não é tão adotada e inclusive gera protestos de ativistas, que estimam que cerca de 25 milhões de cães são comidos anualmente por seres humanos.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos