Chefe da campanha de Trump renuncia após polêmica na Ucrânia

WASHINGTON, 19 AGO (ANSA) - O chefe da campanha do republicano Donald Trump à Presidência dos Estados Unidos, Paul Manafort, renunciou ao cargo nesta sexta-feira (19), após a revelação de suas ligações com o ex-presidente da Ucrânia Viktor Yanukovich.   

A saída de Manafort, que já tivera suas funções redimensionadas nos últimos dias, foi confirmada pelo próprio magnata, que o chamou de "um verdadeiro profissional". O agora ex-chefe de campanha teria recebido US$ 12 milhões de políticos ucranianos pró-Rússia.   

Parte dessa quantia seria fruto de casos de corrupção. Contudo, Manafort nega que tenha feito lobby para dirigentes da Ucrânia em Washington. Segundo ele, a decisão de renunciar ao cargo foi tomada para não prejudicar a candidatura de Trump, que passa por um momento de queda nas pesquisas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos