Contrariando Macri,Justiça suspende aumento da tarifa de gás

BUENOS AIRES, 19 AGO (ANSA) - Em uma decisão unânime, a Suprema Corte da Argentina cancelou os aumentos das tarifas de gás, os chamados "tarifaços", defendidos pelo governo do presidente Mauricio Macri.   

A Suprema Corte ainda pediu a realização de audiências públicas para determinar o preço do gás. Algo previsto pela legislação e que não foi cumprido pelo governo.   

Macri defendia um aumento de cerca de 300% na conta, que esteve congelada durante os 12 anos de kirchnerismo, assim como as tarifas de energia e transportes, entre outras.   

Com a decisão, o preço volta ao que era antes do final de março, quando o aumento foi estabelecido causando grande descontentamento entre a população local e uma onda de protestos contra Macri.   

O chefe de Gabinete da Casa Rosada, Marco Peña, disse que o governo respeitará a decisão da Justiça, mas destacou que a sentença terá um custo para os cofres públicos. Segundo a imprensa local, a decisão representa um duro golpe para o governo de Macri. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos