Presidente da Itália pede solidariedade com imigrantes

RIMINI, 19 AGO (ANSA) - A Itália deve mostrar solidariedade pelos imigrantes, mas garantir que eles respeitem a lei, declarou o presidente italiano, Sergio Mattarella, nesta sexta-feira, dia 19.   

"Queremos ajuda para aqueles que são perseguidos, acolhimento para aqueles que o desejam e, ainda assim, segurança e respeito das leis pela parte daqueles que chegam", explicou. "Não podemos ser derrotados pelo medo", acrescentou o líder durante o Encontro da Amizade entre os Povos, evento promovido pelo Movimento "Comunhão e Libertação", ligado à Igreja Católica, na cidade de Rimini.   

Segundo ele, é preciso prestar atenção para não cair nos mesmos erros, tentando falsas soluções já fracassadas no passados. "Não defenderemos a construção de muros ou a criação de barreiras", apontou.   

"Temos que começar a construir pontes. Devemos compreender que existe um caminho para partilhar. Estamos falando de benefícios e responsabilidades, assim como das dificuldades. Partilha de direitos e deveres".   

Ainda de acordo com Mattarella, "nós precisamos trabalhar duro" para tornar a Itália mais "forte, solidária, competitiva e importante para construção europeia".   

"Dizer que um país não é unido o torna mais fraco", concluiu.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos