Criança fica 4h presa em escombros de terremoto na Itália

ROMA E PESCARA DEL TRONTO, 24 AGO (ANSA) - Duas histórias de vida e de morte foram registradas no início da noite desta quarta-feira (24) nas áreas que mais sofreram com o terremoto no centro do território italiano.   

A primeira delas - e mais triste - ocorreu em Amatrice. Após quatro horas de buscas o corpo de um menino de 11 anos foi retirado sem vida dos escombros de sua casa. A história comoveu moradores e socorristas de uma das cidades mais devastadas pelo forte terremoto ocorrido nesta madrugada. Por volta das 16h (hora local), um dos socorristas informou que ouviu a criança pedir por ajuda. Segundo informações do próprio socorrista, sob os escombros da casa onde o menino pedia por ajuda, haviam sido encontrados quatro sobreviventes e dois cadáveres na manhã de hoje. Em um cenário de silêncio quase absoluto, os bombeiros e voluntários que ajudavam na retirada de sobreviventes começaram as buscas para localizar em que ponto estava o menino. Cerca de duas horas após a procura, os pedidos de socorro da criança não eram mais ouvidos, mas os bombeiros usavam equipamentos sensíveis ao calor para tentar localizá-lo. Por volta das 20h20 (hora local), o corpo da criança foi encontrado, porém sem sinais vitais. Já em Pescara del Tronto, a história ao menos teve uma boa notícia. Após 15 horas de buscas, uma menina de 10 anos foi resgatada com vida dos escombros de sua residência. Sua irmã, no entanto, não resistiu aos ferimentos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos