Moscou se diz 'preocupada' com ação da Turquia na Síria

MOSCOU E ISTAMBUL, 24 AGO (ANSA) - O Ministério do Exterior da Rússia divulgou em nota que o governo de seu país está "profundamente preocupado" com a ofensiva militar lançada pela Turquia, com apoio de grupos rebeldes, na Síria. A ação tem como objetivo tirar o Estado Islâmico (EI, ex-Isis) da cidade de Jarablus, bem como os curdos do Unidade de Proteção Popular (YPG).   

"Estamos certos que a crise síria pode ser resolvida sobre as sólidas bases do direito internacional que inclui um abrangente diálogo intrasírio, com a particioação de todos os grupos étnicos-confessionais, incluindo os curdos", escreveu o órgão em nota.   

Diferentemente de Ancara, Moscou é aliada do governo sírio de Bashar al-Assad e atua na realização de intervenções militares em parceira com os agentes fiéis à Assad. Porém, assim como os EUA, os russos não veem os grupos curdos da fronteira sírio-turca como terroristas, mas sim como aliados na luta contra o EI.   

Apesar do protesto russo, os rebeldes do Exército Livre da Síria, que é anti-Assad, informaram que conseguiram expulsar o EI do controle de Jarablus. A informação foi divulgada pela agência de notícias turca Anadolu. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos