Terremoto na Itália domina jornais mundiais e redes sociais

SÃO PAULO, 24 AGO (ANSA) - O terremoto de 6,2 graus que atingiu a região central da Itália nesta quarta-feira (24) foi o principal destaque de jornais do mundo inteiro e dominou as redes sociais e as buscas do Google. O tremor de terra foi sentido por volta das 3h36 locais e atingiu, principalmente as regiões do Lazio e de Marcas. As cidades mais afetadas foram Amatrice, Accumoli e Arquata del Tronto. O diário francês "Le Monde" recordou que o desastre de hoje abriu a ferida do tremor de terra que devastou a cidade de L'Aquila em 6 de abril de 2009, matando 309 pessoas. O norte-americano "The New York Times" destacou as "dezenas de mortos", que já passam de 70, e os vários desaparecidos nos escombros. "Acredita-se que a catástrofe pode ser muito pior, porque o número de vítimas fatais sobe a cada hora", escreveu o jornal argentino Clarín. No Twitter, predominaram ao longo do dia as hashtags #PrayForItaly, #Italia e #Terremoto. O sismo de hoje foi o mais forte da Itália nos últimos sete anos e foi seguido por mais de 60 réplicas, algumas de 4 graus na escala Richter. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos