Campanha na Itália recomenda sorvete a partir de um ano

ROMA, 26 AGO (ANSA) - O Instituto del Gelato Italiano (IGI) reuniu nutricionistas e pediatras para responder a questões de saúde sobre o consumo de sorvete e as propriedades do doce.   


A campanha, chamada "Piacere, gelato!" ("Prazer, sorvete!", em tradução livre), tem como objetivo mostrar os valores nutritivos da guloseima, orientar os pais sobre o consumo pelas crianças e apresentar também seus perigos.   


O primeiro gelato, por exemplo, deve ser tomado a partir dos 12 meses, como lanche da manhã ou da tarde e de preferência nos sabores iogurte e fior di latte (flor do leite, em tradução livre), embora os de frutas também sejam bem-vindos. Além disso, os nutricionistas garantem que, ao contrário do que muitos pensam, o sorvete, mesmo industrializado, não contém conservantes. Isso porque a baixa temperatura já é suficiente para garantir a ausência de germes e mantê-lo preservado. A campanha completa e outros artigos sobre o doce mais amado da Itália podem ser encontrados no site oficial do IGI (www.istitutodelgelato.it), que conta com diversos infográficos sobre o tema. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos