Manifestantes anti-Temer e polícia entram em confronto em SP

SÃO PAULO, 31 AGO (ANSA) - Manifestantes e policiais entraram em confronto em São Paulo na noite desta quarta-feira (31) durante um ato contra o agora presidente do Brasil, Michel Temer.   


O protesto começou no vão livre do Masp, na Avenida Paulista, a poucos metros do prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), onde um grupo comemorava o impeachment de Dilma Rousseff com bolo e champanhe.   


Quando o ato anti-Temer seguiu para a Rua da Consolação, desatou a confusão com a Polícia Miltar, que atirou bombas de efeito moral nos manifestantes. Em seguida, o protesto desceu para o centro, em direção à praça Roosevelt, e diversos atos de vandalismo foram registrados.   


Imagens exibidas pela "Globo News" mostraram manifestantes destruindo pontos de ônibus e latas de lixo e depredando uma agência bancária e uma cafeteria. Em determinado momento, um grupo quebrou os vidros de uma viatura da polícia e tentou virá-la, sem sucesso.   


Manifestações contra Temer também ocorreram em cidades como Rio de Janeiro e Recife. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos