Temer terá encontro bilateral com Renzi na China

SÃO PAULO, 31 AGO (ANSA) - O presidente Michel Temer embarcou na noite desta quarta-feira (31) para a China, onde participará, no fim de semana, da cúpula anual do G20, grupo que reúne as 19 principais economias do mundo, mais a União Europeia.   


Este será o primeiro compromisso internacional do peemedebista, que tentará confrontar a narrativa disseminada no exterior de que Dilma Rousseff foi alvo de um golpe. No entanto, os fóruns do G20 costumam ter aspecto estritamente econômico, com pouco espaço para questões políticas.   


"Estamos viajando para revelar aos olhos do mundo que temos estabilidade política e segurança jurídica", declarou Temer durante sua primeira reunião ministerial como presidente efetivo. Segundo o mandatário, ele terá encontros bilaterais com os primeiros-ministros de Itália, Matteo Renzi; Espanha, Mariano Rajoy; e Japão, Shinzo Abe.   


Ainda de acordo com Temer, as reuniões foram pedidas pelos líderes desses países. A cúpula do G20 será realizada na cidade de Hangzhou, entre os dias 4 e 5 de setembro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos