Buffon vira herói na França ao 'salvar' Marselhesa

PARIS, 02 SET (ANSA) - Ídolo incontestável na Itália, o goleiro Gianluigi Buffon virou herói também na França após ter feito a torcida azzurra parar de vaiar o hino francês antes do amistoso entre os dois países realizado na última quinta-feira (1º), em Bari.   


Quando soaram as primeiras notas da "Marselhesa", para surpresa de muitos, vaias começaram a ser ouvidas das arquibancadas do estádio San Nicola. Passados alguns segundos, o capitão italiano fez um sinal pedindo para a torcida aplaudir - e foi obedecido.   


"Um líder é capaz de impor sua autoridade em apenas um segundo", escreveu nesta sexta-feira (2) o jornal "Le Parisien". Já a emissora "BFM", além de chamar Buffon de "um dos melhores goleiros da história", disse que ele é a "encarnação da classe".   


"Gianluigi Buffon, com seu carisma, leva sua influência muito além do terreno de jogo", acrescentou.   


Para o presidente da Fifa, Gianni Infantino, que estava em Bari, o gesto do goleiro foi uma "bela vitória da cultura e da civilização sobre a ignorância". "Gostaria de cumprimentar Buffon, é um exemplo para todos", declarou o cartola. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos