Visita de Trump ao México irrita Casa Branca

CIDADE DO MÉXICO, 02 AGO (ANSA) - A reunião do presidente do México, Enrique Penã Nieto, com o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, provocou irritação até no atual governo dos Estados Unidos, que se queixou de ter sido ignorado sobre o caso, o que poderia afetar as relações bilaterais.   

Segundo uma agência de notícias mexicana, a embaixadora dos EUA no país latino, Roberta Jacobson, foi informada sobre a reunião apenas "de última hora" e ficou bastante incomodada. Com isso, o Departamento de Estado norte-americano pediu para a diplomata fazer um "enfrentamento na interlocução" com Peña Nieto por considerar que a chanceler Claudia Ruiz cometeu uma "descortesia" ao não mencionar o convite a Trump.   

Fontes citadas pelo jornal "Reforma" citam o secretário da Fazenda do México, Luis Videgaray, como responsável pelo encontro entre o presidente e Trump e dizem que ele próprio se encarregou de receber o magnata no hangar presidencial. Seu objetivo seria enviar um sinal ao mercado financeiro de que o país latino poderia sobreviver a um eventual triunfo do republicano nas eleições de novembro.   

A visita de Trump desatou uma avalanche de críticas contra Peña Nieto, talvez a mais forte desde que assumiu o cargo, e iniciou uma onda nacionalista, já que o bilionário promete construir um muro na fronteira entre os dois países. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos