Fifa analisará ampliação da Copa para 40 seleções

ROMA, 06 SET (ANSA) - A Fifa discutirá no próximo mês de outubro a ampliação da Copa do Mundo de 32 para 40 seleções e a possibilidade de realizá-la em mais de um país simultaneamente.   


As medidas são defendidas pelo presidente da entidade, Gianni Infantino, que na Uefa ajudou a mudar o número de equipes na Eurocopa de 16 para 24. Além disso, em 2020, o torneio europeu será sediado em 13 países diferentes.   


"Estes dois temas serão certamente objeto de discussão", declarou nesta terça-feira (6) o sucessor de Joseph Blatter, referindo-se à reunião do conselho da Fifa marcada para 13 e 14 de outubro. Apesar da Copa de 2026 ainda estar longe, três nações já manifestaram interesse em sediá-la: Canadá, Estados Unidos e México.   


"Mas ainda é prematuro falar de sedes. A decisão será tomada em 2020, e qualquer escolha é possível", ressaltou Infantino. Até hoje, o único Mundial realizado em mais de um país foi o de 2002, dividido entre Coreia do Sul e Japão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos