Filme sobre imigrantes é premiado no Festival de Veneza

AGRIGENTO, 06 SET (ANSA) - O documentário "No borders - Un mondo dei migranti in realtà" ("Sem fronteiras - Um mundo dos imigrantes em realidade", em tradução livre), do diretor italiano Haider Rashid, venceu nesta terça-feira (6) a primeira edição do prêmio MigrArti, entregue durante a 73ª Mostra Internacional de Cinema de Veneza.   


A honraria foi criada pelo Ministério dos Bens Culturais da Itália para promover a "cultura dos novos italianos", ou seja, dos milhares de imigrantes que chegam ao país todos os anos, a maioria deles após perigosas travessias do mar Mediterrâneo em barcos superlotados.   


O júri foi presidido pelo cineasta turco Ferzan Özpetek, que já fez diversos filmes na Península Itálica, e também contou com a prefeita de Lampedusa, Giusi Nicolini. A cidade, que fica na ilha homônima, é a principal porta de entrada para imigrantes na Itália, já que está mais perto da África do que da parte continental do país.   


A estatueta, que representa uma Itália unida de norte a sul, foi idealizada pela estudante Viktoria Tribus e fabricada com a madeira de barcos clandestinos que chegaram em Lampedusa. Ao todo, 16 produções italianas concorreram à honraria, mas "No borders" acabou se destacando com a proposta de ser o primeiro filme do país feito em realidade virtual.   


Nascido em Florença, Rashid é filho de pai italiano e conhece de perto a vida dos imigrantes na Itália. Em 2013, ele lançou "Sta per piovere" ("Está para chover"), longa que narra a dificuldade enfrentada por pessoas que nasceram e cresceram dentro das fronteiras italianas para conseguir sua cidadania. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos