Prefeita de Roma decide anular candidatura aos Jogos de 2024

ROMA, 08 SET (ANSA) - A prefeita de Roma, Virginia Raggi, eleita há menos de três meses, está decidida a cancelar a candidatura da cidade para receber os Jogos Olímpicos de 2024.   


Uma fonte do Campidoglio, sede da Prefeitura da capital italiana, confirmou à ANSA que o gabinete de Raggi não mudou de ideia e deve fazer o anúncio oficial na semana que vem.   


Membro do partido populista e antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S), a prefeita se elegeu com a promessa de anular a candidatura de Roma, alegando que a cidade precisa se preocupar primeiro em se reorganizar.   


Durante a campanha, Raggi chegou a declarar que era "criminoso" pensar em Olimpíadas enquanto a capital "morria afogada em trânsito e buracos". Procurado pela ANSA, o Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni) negou que uma decisão já tenha sido tomada.   


"Impossível. A prefeita Raggi sempre disse que se encontraria com Malagò [presidente do Coni], mas até agora, apesar de um pedido formal, não foi marcada nenhuma reunião", afirmou um dirigente da entidade. No entanto, o fato é que o cancelamento da candidatura é esperado desde que Raggi assumiu o Campidoglio.   


Tanto que chegou-se a cogitar a hipótese de Milão, que recebeu a Exposição Universal em 2015 e está preparada para megaeventos, substituir Roma na disputa pelos Jogos de 2024, porém seu atual prefeito, Giuseppe Sala, rechaçou a ideia.   


Os medalhistas italianos no Rio de Janeiro até enviaram uma carta pedindo para a prefeita manter a candidatura. "Cara Raggi, dê impulso aos nossos sonhos e apoie a candidatura de Roma.   


Disputaremos juntos para conquistar uma esperança", escreveram atletas.   


Aos 37 anos, Raggi vem promovendo uma administração conturbada em Roma e sofre com problemas ligados aos seus assessores. Nos últimos dias, recebeu cobranças até de seu partido por ter colocado uma mulher investigada por fraude e tráfico ilegal de lixo na pasta municipal de Meio Ambiente.   


A candidatura de Roma aos Jogos de 2024 foi confirmada no fim do ano passado, antes de Raggi chegar ao poder. Além da "cidade eterna", estão na briga Budapeste (Hungria), Los Angeles (EUA) e Paris (França). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos