Ex-premier David Cameron renuncia a cadeira de deputado

LONDRES, 12 SET (ANSA) - Dois meses depois de ter renunciado ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron abriu mão nesta segunda-feira (12) de seu mandato de deputado, provavelmente colocando um ponto final, aos 49 anos, em sua carreira política.   

"Pensei muito sobre isso, e é a melhor coisa a se fazer. Seria muito difícil permanecer como ex-premier no Parlamento em uma posição isolada", declarou Cameron, que governou o Reino Unido entre 2010 e 2016.   

Além disso, ocupou uma cadeira de deputado pela cidade de Witney por 15 anos. Seu substituto será definido em uma eleição nos próximos meses. O ex-primeiro-ministro renunciou ao cargo de chefe de governo após a vitória dos eurocéticos no referendo sobre a permanência de Londres na União Europeia.   

Apesar de ter convocado a consulta, ele fez campanha pelo "não" à chamada "Brexit", o que forçou sua saída do poder. Agora o governo é chefiado por Theresa May, a quem ele garantiu apoiar "plenamente". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos