Laura Pausini dedica show à Hebe Camargo em SP

SÃO PAULO, 12 SET (ANSA) - Com mais de uma hora de atraso por problemas técnicos, o show da cantora italiana Laura Pausini, que aconteceu neste domingo (11) em São Paulo, trouxe uma mistura de improviso, surpresa e emoção.   


Após o rompimento de um cabo do telão de LED da casa de show Citibank Hall, a apresentação de Pausini, prevista para ter início às 20h da noite, começou somente depois das 21h. Exalando simpatia, a italiana subiu ao palco para se desculpar com o público e aproveitou para fazer um "show" à capela.   


Pausini cantou "Garota de Ipanema", de Tom Jobim, e brincou de desfilar como a top brasileira Gisele Bundchen. A italiana ainda disse que gostaria de ter participado da abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro no lugar da modelo.   


Irreverente, Pausini relembrou canções da carreira que não estavam no set list e contou com a ajuda de uma fã para tocar piano. Enquanto o problema não era resolvido, a artista aproveitou para dedicar o show à sua amiga, a apresentadora Hebe Camargo, falecida há quatro anos, e para declarar o seu amor pelos brasileiros: "vocês são meio loucos".   


Com uma mistura entre as músicas do novo álbum, "Simili", e da sua versão em espanhol, "Similares", feita com enfoque para os latinos, a italiana começou sua apresentação com uma mensagem que reflete a escolha do nome do disco.   


"'Simili' porque é o que somos, porque expressa exatamente o que sinto quando penso em nós. Iguais e diferentes, unidos pelos mesmos sonhos, os mesmos medos, as mesmas emoções", disse a cantora.   


A artista, além de interpretar "Lato Destro del Cuore", "Nella Porta Accanto" e o atual hit "Innamorata", também incluiu no repertório grandes sucessos dos seus 20 anos de carreira, como "Strani Amore", "Víveme", "Tra te e il mare", "Non C'e (Se Fue)".   


A emoção veio com a apresentação de "Celeste", canção escrita por Pausini inspirada no desejo de ser mãe. "Quando eu a fiz [a letra da música], estava pensando em eventualmente ser mãe um dia. Sem pressão e sem me sentir obrigada, mas com a coragem e o desejo de me imaginar mãe um dia", destacou.   


Laura Pausini trouxe sua filha Paola Carta, de 3 anos, fruto de seu relacionamento com o guitarrista e produtor musical Paolo Carta, pela primeira vez em turnê no Brasil.   


No entanto, a plateia também foi ao delírio quando uma fã subiu ao palco para estrelar um dueto com a italiana na interpretação de uma de suas principais canções, "La Solitudine".   


Com todos os ingressos esgotados, o show em São Paulo é uma sequência da turnê US&Latin American Tour 2016, iniciada em julho. Após mais de 20 apresentações, Pausini cantará novamente em São Paulo nesta segunda-feira (12) e dia 14 no Rio de Janeiro. A cantora encerrará sua turnê pela América Latina no dia 17, em Porto Rico e segue com shows na Espanha, França, Luxemburgo, Inglaterra, Bélgica, Alemanha e Suíça. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos