Nápoles é palco de confrontos durante visita de premier

NÁPOLES, 12 SET (ANSA) - Manifestantes e policiais entraram em confronto nesta segunda-feira (12) durante um protesto contra a visita do primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, a Nápoles, terceira maior cidade do país.   

A Arma dos Carabineiros bloqueou um grupo de 30 pessoas que tentava furar o cordão das forças de ordem na Galeria Umberto I, por onde passaria o premier. O ato foi encabeçado pela conselheira municipal (vereadora) de esquerda Eleonora de Majo, que foi atingida por um cassetete.   

Depois o confronto seguiu pela via Chiaia, a poucos metros do Teatro San Carlo, onde Renzi participou de um evento promovido pelo jornal "Il Mattino". Em determinado momento, os manifestantes acenderam sinalizadores e gritaram palavras de ordem contra o primeiro-ministro.   

O grupo que liderou o ato é ligado a centros sociais de esquerda, que criticam a política econômica adotada pelo governo. Apesar de seu tamanho e importância, Nápoles convive com taxas de desemprego acima da média do país e foi bastante afetada pela crise econômica, assim como todo o sul italiano.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos