Alemanha prende 3 refugiados suspeitos de ligação com o EI

BERLIM, 13 SET (ANSA) - Três supostos jihadistas sírios, solicitantes de asilo, foram detidos nesta terça-feira, dia 13, pela Polícia da Alemanha sob a suspeita de ligações com o Estado Islâmico (EI, ex-Isis) e de que planejavam atentados na Europa.   

Operações foram realizadas em três centros de acolhimento de imigrantes e habitações no norte do país, nas regiões da Baixa Saxônia e Schleswig-Holstein.   

Segundo autoridades locais, foram realizadas seis ações com cerca de 200 agentes de segurança e, além das prisões, foram confiscados celulares e documentos que agora passarão por investigações.   

Os suspeitos, identificados como Mahir Al-H., de 17 anos, Mohamed A., de 26, e Ibrahim M., de 18, estavam sendo investigados pelo Serviço de Segurança Interna por possíveis ligações com os jihadistas do EI e tinham seus passos acompanhados há meses.   

Segundo o ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, eles podem estar ligados aos atentados realizados em 13 de novembro em Paris, na França, que deixaram ao menos 130 mortos e centenas de feridos.   

As autoridades alemãs acreditam que eles chegaram ao país em novembro com documentos falsos e dinheiro fornecidos pelo EI. Eles teriam recebido treinamento em Raqqa, reduto dos jihadistas na Síria, antes de partir para a Europa por meio da rota balcânica, que passa por Turquia e Grécia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos