Escritor e jornalista italiano Ermanno Rea morre em Roma

ROMA, 13 SET (ANSA) - Morreu na madrugada desta terça-feira, dia 13, em Roma, o escritor e jornalista italiano Ermanno Rea aos 89 anos.   


A notícia foi divulgada pelo vice-presidente do Parlamento Europeu, o jornalista David Sassoli. "Ele era apaixonado pela vida. Trabalhar com ele foi um grande presente", disse, me mensagem em sua conta no Twitter.   


O ministro de Bens Culturais e Turismo da Itália, Dario Franceschini, também lamentou a morte do escritor, a quem chamou de um "intelectual napolitano que soube recontar, através de seus romances, as grandes questões e grandes casos de interesse nacional".   


Nascido em Nápoles em 1927, ele permaneceu ligado à cidade mesmo após ir morar em outros lugares, como Roma e Milão. Seus livros inspiraram filmes e foram vencedores de diversos prêmios da literatura italiana nas últimas décadas.   


Seu novo romance "Nostalgia" (em livre tradução do italiano), deve ser lançado nos próximos meses. A história se passa em Nápoles. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos